Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Notícia

Energisa realiza chamada pública para seleção de projetos para melhoria de eficiência energética

O Grupo Energisa inicia chamada pública de projetos do Programa de Eficiência Energética (PEE). As inscrições estão abertas a partir desta terça-feira (24/8) e vão até 22 de outubro. A iniciativa tem o objetivo de promover o uso eficiente da energia elétrica por meio de projetos inovadores em nove estados onde a empresa atua em distribuição: Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins. O envio de propostas e acesso aos editais é por meio do link: http://energisa.gestaocpp.com.br. Os editais com as tipologias e regras também estão disponíveis nesse site pelo link: Chamadas e Audiências Públicas (grupoenergisa.com.br).

Este ano, a Energisa tem a estimativa de investir mais de R$ 26 milhões. Os interessados em participar podem obter mais informações na live que será transmitida no dia 1º de setembro, às 10h30 (horário de Brasília), pelo link https://bitlybr.com/EVRCxMsC. O PEE é aberto para os clientes atendidos pela área de concessão dos estados das distribuidoras participantes dessa chamada pública. A seleção dos projetos aprovados será anunciada em 20 de dezembro. O Programa de Eficiência Energética é regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). “É uma oportunidade para os nossos clientes, empreendedores e órgãos públicos desenvolverem projetos sustentáveis, eficientes e de qualidade”, afirma Thiago Peres, coordenador de Eficiência Energética da Energisa.

Segundo ele, a empresa investe em projetos que melhoram a qualidade de vida das pessoas e trazem benefícios para a comunidade. “Entre os principais exemplos já desenvolvidos destacam-se melhorias para a iluminação pública, troca de equipamentos e instalação de sistema de geração fotovoltaica em instituições sociais, educacionais e prédios públicos. Temos o compromisso em fazer com que o uso da energia elétrica seja de forma consciente e responsável com o meio ambiente”, explica Peres.


Compartilhe nas redes sociais